Atrativos Culturais

Museu dos Correios

O Museu dos Correios preserva a história dos serviços postais e telegráficos e a memória de uma das instituições mais antigas do Brasil, os Correios. Além disso, possui, durante todo o ano, uma programação variada de atividades culturais no campo das Artes Visuais, Audiovisual, Música e Humanidades. São seis andares para exposições de acervo próprio e de terceiros, proporcionando aos visitantes experiências distintas.

              • Endereço: Setor Comercial Sul, Quadra 4, bloco A, n° 256, ed. Apolo, Asa Sul. Brasília/DF
              • Horário: Terça a sexta-feira, de 10h às 19h. Sábados, domingos e feriados, de 12h às 18h.
              • Informações e agendamento de visitas: (61) 3213-5076
              • e-mail: museu@correios.com.br

 

Memorial dos Povos Indígenas

O Memorial dos Povos Indígenas foi projetado por Oscar Niemeyer em forma de espiral que remete a uma maloca redonda dos índios Yanomami. O espaço tem área construída de 2.984,08 m2, com acesso principal através de uma rampa. Tem por objetivo mostrar a grande diversidade e riqueza da cultura indígena de forma dinâmica e viva. Com esse propósito, promove diversos eventos com a presença e a participação de representantes indígenas de diferentes regiões do país.

Endereço: Eixo Monumental Oeste, Praça do Buriti, em frente ao Memorial JK.

              • Horário de visitação: Diariamente, das 9h às 18h30, inclusive sábados, domingos e feriados.
              • Telefone: (61) 3344-1154 / 3342-1156
              • E-mail: agendamento.mpi@gmail.com

 


Museu da Cidade

O Museu da Cidade foi projetado por Oscar Niemeyer com o intuito de preservar os trabalhos relativos à história da construção de Brasília. É o mais antigo da capital, foi inaugurado no dia 21 de abril de 1960 – mesmo dia da inauguração da cidade e representa um marco histórico, pois a inauguração representou a transferência oficial da Capital do RJ para Brasília. Possui uma exposição permanente com inscrições históricas também transcritas em Braille. Integra o Conjunto Cultural Três Poderes.

              • Endereço: Praça dos Três Poderes – Esplanada dos MInistérios Brasília – DF CEP.: 70.100-000
              • Horário de visitação: De terça à domingo e feriados de 9 às 18h
              • Telefones: (61) 3325-5254 / 6163
              • E-mail: centroc3p@gmail.com

 


Museu do Catetinho

O Catetinho foi a primeira residência oficial do presidente Juscelino Kubitschek. Com uma estrutura simples de madeira,com dois andares,foi construída e apenas 10 dias. Recebeu o nome Catetinho em referência ao Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, sede do governo federal até a inauguração da nova Capital Federal. Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional (Iphan), funciona como museu e tem mobília e objetos pessoais de JK do período da construção de Brasília.

Totalmente preservado e restaurado, o Catetinho guarda lembranças dos anos que serviu aos que vieram para tornar a nova capital realidade. Os cômodos mantêm a decoração de época e o visitante poderá ver os quartos de Juscelino, Oscar Niemeyer e Bernando Sayão. O projeto museográfico procura retomar as referências de época, preservando-se alguns objetos e o mobiliário original. Imagens fotográficas, bem como outros objetos, complementam as ambientações com o objetivo de propiciar ao público um testemunho vivo da grande aventura que foi a construção de Brasília. Entrada Gratuita.                                                                   

                                                                    Endereço: Km 0 – BR 040 / Gama – DF 

                                                                    Horário de funcionamento: De terça a domingo das 9h às 17h.


Museu Nacional

O Museu Nacional integra o Conjunto Cultural da República. É um espaço que insere Brasília no circuito internacional das artes e mostra o que há de melhor na arte brasileira. O espaço é utilizado para exposições itinerantes de artistas renomados e temas importantes para a sociedade, palestras, mostra de filmes, seminários e eventos importantes. Dessa forma, contribui para a educação democrática por meio da cultura e ativa o turismo.

Endereço: Setor Cultural Sul, lote 2, próximo à Rodoviária do Plano Piloto – Zona 0.

              • Horário de visitação: Terça-feira a domingo, das 9h às 18h30.
              • Telefones: (61) 3325-5220 e 3325-6410
              • E-mail: museunacional@gmail.com

 


Museu Vivo da Memória Candanga

O Museu Vivo da Memória Candanga é composto pelas edificações históricas, peças, objetos e fotos da época da construção da nova capital, distribuído pela exposição permanente “Poeira, Lona e Concreto”, que narra a história de Brasília desde os primórdios de sua construção até sua inauguração em 1960.

              • Endereço: Via EPIA Sul, SPMS, Lote D – Núcleo Bandeirante – DF CEP: 71.735-000
              • Horário de visitação: De segunda feira a sábado, das 9h às 17h
              • Telefone: (61) 3301-3590
              • E-mail: mvmc1990@gmail.com

 


Memorial do TJDFT

O Memorial do TJDFT inaugurado em abril de 2010, em comemoração ao cinquentenário do TJDFT, abriga livros, fotos, peças e processos históricos, além de 16 painéis interativos que narram a história da Justiça desde sua origem, na antiga capital Salvador, passando pela década de 60, até os dias atuais. No espaço, são realizados, ainda, eventos culturais como exposições de obras de arte e lançamentos de livros. E

  • Endereço: Praça Municipal, Lote 01, Brasília Bloco A, 10° Andar, Fórum Desembargador Milton Sebastião Barbosa.
  • Horário de visitação: De segunda feira a sábado, das 12h às 19h
  • Telefone: (61) 3103-5893
  • E-mail: memoria@tjdft.jus.br

O agendamento de grupos ou visitas de escolas devem ser feitas pelo  e-mail.

 


Memorial da Imprensa Nacional

O Museu da Imprensa foi inaugurado em 13 de maio de 1982, nos jardins da Imprensa Nacional. Seu prédio possui 680 metros quadrados de peças e documentos raros, alguns únicos, como é o caso do primeiro clichê de um desenho feito no Brasil, a planta da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Outra peça que atrai visitantes de todo o mundo é o Prelo Machado de Assis, uma máquina de impressão inglesa fabricada em 1833. Existem apenas dois exemplares em todo o mundo. Uma curiosidade: ela funcionou na Imprensa Nacional até 1940.

O visitante fica admirado com a riqueza do acervo. Além de peças famosas, o Museu da Imprensa exibe vários tipos de máquinas de impressão, instrumentos utilizados em artes gráficas, brasões, florões, mobiliário e manuscritos, um exemplar da Constituição de 1891, um exemplar do primeiro jornal impresso no Brasil, “A Gazeta do Rio de Janeiro”, e Diários Oficiais históricos.

              • Endereço: SIG Qd 6 s/n lt 800 – Brasília /DF
              • Horário de visitação: Dom./ Sex.: 08h às 17h (aos Domingos abre às 13h). Sáb.: Fechado.
              • Telefone: (61) 3441-9811 e (61) 3441-9875

 


Museu da Caixa Econômica 

O Museu da Caixa Econômica criado em 1980, o Conjunto Cultural da CAIXA tem como objetivo preservar a história da instituição e promover, apoiar e divulgar as manifestações artísticas e culturais nas mais variadas formas de expressão, como teatro, dança, música, literatura, fotografia e artes plásticas.

Neste museu encontramos mais de 5000 peças valiosas, estes incluem objetos como máquinas de escrever e cofres antigos, entre outras coisas relacionadas com a Caixa Econômica Federal. Acaba por ser como uma antiga Tesouraria mistura com outros edifícios, o que o torna um museu muito curioso.

              • Endereço: SBS Qd. 04, Lt. 03 e 04, Conjunto Cultural – Brasília /DF
              • Horário de visitação: Terça a Domingo das 09h às 18h.
              • Telefone: (61) 3414-9448

 


Memorial Juscelino Kubitschek 

O Memorial JK localizado em um dos pontos mais altos de Brasilia, foi construído no espaço em que, no 3 de maio de 1957, antes mesmo da transferência da Capital, foi celebrada a 1ª missa de Brasília, por Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Mota, Cardeal Arcebispo de São Paulo.

Num altar de lona e madeira, concebido para a solenidade pelo arquiteto Oscar Niemeyer, realizava-se, como no dia 26 de abril do ano de 1500, em Porto Seguro, um ato de profunda religiosidade, para marcar a presença de Deus e do homem na solidão do Planalto Central. Além de objectos que simbolizam esta cidade, podemos encontrar toda a história de Juscelino Kubitschek.

 

              • Endereço: Eixo Monumental, Lado Oeste – Praça do Cruzeiro – Brasília /DF
              • Horário de visitação: Aberto de terça a domingo,das 9h às 18h
              • Valor entrada: R$ 10,00 inteira
              • Telefone: (61) 3226-7860 / 3225-9451

 


Cine Brasília 

O Espaço foi projetado por Oscar Niemeyer para ser o cinema da Unidade de Vizinhança, junto ao complexo que teria uma quadra de esportes situado na entrequadra 106/107 Sul.

O Cine Brasília, além de abrigar o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e o projeto “A Escola Vai ao Cinema”, mantém em sua programação lançamentos de filmes nacionais, mostras estrangeiras, debates, lançamentos de livros, exposições, intercâmbio e cooperação com as Embaixadas, escolas públicas, universidades, contribuindo com projetos de formação de plateia e enriquecimento de nossa cultura. Capacidade para 607 lugares; Som Dolby Stereo Digital e Tela 14 x 6.30m.

              • Endereço: EQS 106/107 (Asa Sul), 70345-400 – Brasília – DF
              • Horário de visitação: de segunda a domingo: 15h às 23h
              • Valor entrada: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia), mostras temáticas são gratuitas.
              • Telefone: (61) 3244-1660