Planetário de Brasília

O Planetário de Brasília é uma sala redonda com teto em forma de cúpula hemisférica com poltronas ligeiramente inclinadas para o público poder observar imagens exibidas no teto. Projetores especiais simulam os fenômenos da astronomia, a exemplo do mapeamento dos céus, planetas, estrelas cometas e demais corpos do universo.

 

E diferentemente dos observatórios, que possuem telescópios para observar diretamente o céu noturno, os planetários podem apresentar as estrelas e os planetas durante o dia ou quando há muitas nuvens.

 

Nesse contexto, o Planetário de Brasília oferece uma cúpula de 12,5 metros de diâmetro com capacidade para 80 pessoas por sessão, sendo que o espaço reserva uma poltrona especial para cadeirante e duas para pessoas obesas.

A projeção no teto é produzida por dois equipamentos: o Space Master e o Power Dome VIII, ambos produzidos pela empresa alemã Carl Zeiss.

O edifício é um centro científico, cultural, histórico e de entretenimento. Para tanto, também apresenta espaço para eventos, oficinas e palestras. No subsolo do prédio, está instalado um auditório e no mezanino encontra-se um amplo ambiente para exposições.

Equipamentos

Space Master

Além de mostrar a Via Láctea, o Sistema Solar, as fases da lua e as constelações, este equipamento analógico da década de 1970 é capaz de reconstruir do céu de Jerusalém na época de Cristo. As lentes ainda são capazes de saltar para o futuro , projetando o céu do ano 2030. O equipamento passou por uma completa revitalização.

Power Dome VIII

É uma ferramenta digital munida de tecnologia de ponta. O Power Dome VIII, foi projetado para ser a atualização tecnológica do Space Master. Em linhas gerais, esta ferramenta possui oito projetores que estão distribuídos ao redor da cúpula e um sistema de som formado por 12 caixas acústicas. Esta solução tecnológica consegue proporcionar projeções multidisciplinares imersivas com efeitos visuais tridimensionais. Por meio desta tecnológica, os espectadores têm a sensação de estar imersos entre as imagens e o som de cada apresentação. Este projetor ainda conta com softwares para a produção de apresentações do universo, Uniview e Sky-Control

O projeto é do arquiteto carioca Sérgio Bernardes e foi inaugurado em 15 de março de 1974.

Endereço: Setor de Difusão Cultural, Via N1 (Eixo Monumental), Brasília, Distrito Federal, CEP 70070-350 // Próximo ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Horário de funcionamento: De segunda-feira a sexta-feira, de 9h às 21h.

Sábados, domingos, feriados e pontos facultativos, de 8h às 20h.

Informações e agendamento de visitas: (61) 3224-7970

E-mail: sectidf@gmail.com.

Ingresso: 1 kg de alimento não perecível por pessoa. Crianças de até três anos acompanhadas por adulto responsável não pagam.

Para acessar de ônibus: Qualquer linha que passe pelo Eixo Monumental, no sentido Sul ou Norte.


 

Dados de Visitação

 

Dados Gerais