Turismo Criativo

I Encontro de Turismo Criativo

Teatro Plínio Marcos –  Complexo Funarte

29/04/2015

 

Para disseminar conhecimento no mercado turístico, promover o debate e estimular a adoção de práticas criativas e inovadoras, a Secretaria de Turismo de Brasília realizou, em parceria com o Sebrae no DF, o I Encontro de Turismo Criativo de Brasília, em 29 de abril, no Espaço Funarte.

O evento foi aberto a empreendedores da cadeia produtiva do turismo, da gastronomia, da economia criativa e do marketing e da publicidade, além de artistas, acadêmicos, profissionais de imprensa, empresários e comunidade em geral.

Foram promovidos seminário e oficina de planejamento para apresentação da temática Turismo Criativo; palestras com a participação de personalidades dos turismos criativo local e nacional; além do levantamento de diretrizes e propostas para construção do Plano de Turismo Criativo de Brasília (Como transformar Brasília na Capital do Turismo Criativo?).

“A Secretaria de Estado de Turismo do DF pretende desenvolver, com o apoio de lideranças do setor e instituições parceiras, o Plano de Turismo Criativo de Brasília, por meio do qual se buscará transformar a cidade em referência no âmbito do turismo criativo”, afirmou o secretário de Turismo do DF, Jaime Recena.

Para a subsecretária de Produtos e Serviços Turísticos, da Secretaria de Turismo de Brasília, Caetana Franarin, o turismo criativo traduz-se, na atualidade, como a nova tendência do mercado mundial e como uma necessidade de diversificar o setor turístico para a competitividade: “Faz-se necessário promover o debate e estimular a adoção dessa nova prática com o intuito de desenvolver o segmento e adaptar suas propostas de oferta a essa nova demanda de mercado”.

Eloi Zanetti, escritor e especialista de inovação pela Escola de Criatividade, que desenvolve metodologia própria de turismo criativo para diversos projetos em destinos pelo País, trabalha com o conceito central de criar e gerar novas ideais, produtos, estratégias e oportunidades práticas para um destino, por meio de suas verdadeiras vocações. “Captar e contar histórias reais, gerar senso de pertencimento à comunidade e finalmente despertar encantamento de visitantes e investidores pela inovação de forma ampla, são a base de todo trabalho de criatividade para o setor”.

Jean Sigel, consultor especialista em turismo criativo, afirma que é preciso proporcionar aos visitantes a possibilidade de fazer uma imersão, não apenas na cultura, nas artes e na gastronomia de uma cidade ou região, mas também no modo de vida das pessoas, nos eventos de rua, nos novos negócios, na tecnologia, nos roteiros e visitas fora do lugar comum; proporcionando-lhes vivências únicas e verdadeiramente inovadoras, com base na nova economia criativa: “Destinos criativos atraem mais turistas e negócios.”

No Brasil, Porto Alegre foi o primeiro município brasileiro a discutir um programa de turismo criativo, em 2013, sendo a única cidade da América Latina a ter o selo de cidade criativa pela Creative Tourism Network, organização internacional criada com o objetivo de fomentar o turismo criativo em todo o mundo.

Sobre o evento
Para apresentar a importância de novas oportunidades de negócios aos empreendedores da cadeia produtiva do turismo, o diretor da Escola de Criatividade, Jean Sigel, apresenta a palestra “Que história é essa de Turismo Criativo?”; o ex-presidente da empresa São Paulo Turismo e atual diretor-executivo do Canal Arte 1, Caio Luis de Carvalho, leva ao encontro o “Projeto São Paulo Criativa”; e o responsável pelo Project Hub em SP e pelo Prêmio Brasil Criativo e a Creative Business Cup, Lucas Forster, fala sobre “Cidades Criativas e Economia Criativa — Mitos e Verdades”.

Às 14 horas, o grupo retomou as atividades com o Mini 15×15, evento promovido pela Escola de Criatividade, no qual cada empreendedor do segmento tem 15 minutos para dar seu recado criativo. Experimente Brasília, Novo Guia de Brasília, da autora Gabriela Bilá, Hostel7 e Camelo Bike Tour apresentam negócios que nasceram com objetivo de fomentar a cadeia de turismo criativo de Brasília.

O Bate-Papo Provóquios, com a economista Cláudia Leitão e o diretor da Escola de Criatividade, Eloi Zaneti, contou com a participação das Secretarias de Turismo, de Cultura, e de Ciência, Tecnologia e Inovação, da Associação Brasileira das Agências de Turismo Receptivo (Abare) e do Sindicato dos Guias de Turismo do DF.

Com a palestra de encerramento, O Universo Criativo das Viagens, Ricardo Freire, fundador e editor-chefe do popular blog de turismo viajenaviagem.com, leva aos participantes suas experiências com turismo criativo pelo mundo.

I Encontro de Turismo Criativo de Brasília
29 de abril de 2015 (quarta-feira)
Das 8 às 18 horas
No Espaço Funarte – Sala Plínio Marcos – Eixo Monumental, Setor de Divulgação Cultural

Programação – I Encontro de Turismo Criativo

 

 

 

 

 

Turismo Criativo – Que história é essa? 

Palestrante: Jean Sigel – Escola de Criatividade

 

Cidades Criativas e o Universo Criativo das Viagens 

Palestrante: Caio Luiz de Carvalho

 

Turismo de experiência na prática

Palestrante: Wilken Souto

 

II Encontro de Turismo Criativo

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB

18/11/2016

 

 

Conhecer uma Brasília que vai além da Esplanada dos Ministérios, fugindo da típica programação turística e priorizando roteiros que valorizam o valor histórico e estético da capital. Essa é a proposta do Plano de Turismo Criativo do Distrito Federal, lançado no dia 18/11/2016 durante o II Encontro de Turismo Criativo, no Centro Cultural Banco do Brasil.

O evento reuniu lideranças do setor produtivo da cidade para debaterem o desenvolvimento do setor turístico de Brasília. Com o conceito inovador, com base em destinos mundialmente conhecidos, como Barcelona e Londres, o Plano se aprofunda em uma forma autêntica de conhecer a cultura e modo de vida brasiliense e a reformula para apresentá-la ao visitante.

“O turismo criativo é a maior transformação, o momento de maior mudança que a gente realiza no turismo na historia de Brasília. É um plano consistente, que foi elaborado com trabalhos ao longo de dois anos, que implementa ações e traz provocações para a sociedade. Chamando trade, população, empreendedores para participarem e ajudarem a gente a posicionar Brasília dessa forma”, completa o secretário-adjunto de Turismo, Jaime Recena.

O Plano se divide em quatro eixos de atuação com objetivos estratégicos de execução. São eles: gestão; promoção, marketing e comunicação; produtos e serviços turísticos; e infraestrutura turística. Dentro dessas subdivisões estão distribuídas as ações, com suas parcerias públicas ou do setor privado e tempos para execução.

Na ocasião, o governador Rodrigo Rollemberg destacou o setor como opção mais eficiente para promover o desenvolvimento da cidade, além de fomentar a economia local com a criação de oportunidades de emprego. “Temos forte vocação para o turismo de eventos, cultural e cívico. A exemplo disso, estão a Copa do Mundo de Futebol, os Jogos Olímpicos e recentemente o Campus Day”, elencou.

Uma das medidas previstas no documento é o concurso para escolher uma identidade visual representará Brasília pelo País e mundo afora, inspirando-se assim em modelos internacionais bem sucedidos como os de Nova York, Amsterdam e Berlim. A ideia é que no aniversário de Brasília, em 21 de abril, a população escolha a marca vencedora entre as três propostas finalistas.

O Plano de Turismo Criativo surgiu de parceria entre a Secretaria Adjunta de Turismo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do DF (Sebrae). O investimento foi de R$ 95 mil por parte do Sebrae. A formulação do documento contou com a cooperação de representantes de órgãos do governo, sociedade civil, empreendedores, organizações de ensino e lideranças dos setores turístico e cultural da cidade.

Plano de Turismo Criativo de Brasília – 2016

Plano - capa.JPG

Apresentações

Apresentação Turismo Criativo Brasília

Palestrante: Caetana Franarin – SETUR

plano de turismo - img.JPG

 

Apresentação Marca Brasília

Palestrante: Claudia Maldonado

marca brasilia - img.JPG

Apresentação Cidades Criativas

Palestrante: Patrícia Reis

cidades criativas - img.JPG

Brasília Cinematográfica

Palestrantes: Steve Solot, Ana Cristina Costa e Silva, Ana Cristina Viana, Sérgio Fidalgo, Fernando Toledo, Marcus Leigocki Jr

film comission - img.JPG

Apresentação CURTA TC 2016 – A escola de mistérios

 

escola de mistérios - img.JPG

Conexão Cultura DF

Palestrante: Daniela Diniz – SECULT

conexão cultura - img.JPG

 

Última atualização em 27/01/2017.